O que é: Mercantilismo

O que é Mercantilismo

O mercantilismo foi uma política econômica adotada por diversos países europeus entre os séculos XVI e XVIII, com o objetivo de aumentar a riqueza e o poder do Estado. Essa doutrina econômica baseava-se na ideia de que a riqueza de uma nação estava diretamente ligada à quantidade de metais preciosos que ela possuía, como ouro e prata.

Principais Características do Mercantilismo

Uma das principais características do mercantilismo era o protecionismo, ou seja, a imposição de barreiras comerciais para proteger a produção nacional e favorecer as exportações. Além disso, os governos mercantilistas incentivavam a acumulação de metais preciosos, o desenvolvimento da indústria e a expansão colonial.

Teorias Econômicas do Mercantilismo

No mercantilismo, a balança comercial era vista como um indicador importante da riqueza de um país. Segundo essa teoria, um país deveria exportar mais do que importar, de forma a acumular metais preciosos e aumentar sua riqueza. Além disso, os mercantilistas acreditavam que a riqueza de uma nação era limitada e que, portanto, era necessário competir com outras nações para aumentar sua parte da riqueza global.

Críticas ao Mercantilismo

O mercantilismo foi alvo de diversas críticas ao longo da história, principalmente por sua ênfase na acumulação de metais preciosos e seu protecionismo excessivo. Muitos economistas argumentavam que essa política econômica prejudicava o livre comércio e a eficiência econômica, além de favorecer os interesses de determinados grupos em detrimento do bem-estar da população em geral.

Legado do Mercantilismo

Apesar das críticas, o mercantilismo deixou um legado importante na história econômica, influenciando o desenvolvimento do capitalismo e do sistema econômico mundial. Muitas das práticas e ideias mercantilistas ainda estão presentes na economia contemporânea, como a busca pelo superávit comercial e a intervenção do Estado na economia.

Exemplos de Políticas Mercantilistas

Durante a era mercantilista, diversos países europeus adotaram políticas econômicas baseadas nos princípios do mercantilismo. Um exemplo disso foi a política de navegação e comércio adotada pela Inglaterra, que visava fortalecer sua marinha e expandir seu império colonial. Outro exemplo foi a política de Colbert na França, que buscava fortalecer a indústria nacional e aumentar as exportações.

Impacto do Mercantilismo na História

O mercantilismo teve um impacto significativo na história econômica e política, influenciando o desenvolvimento de diversas nações e o surgimento de novas potências mundiais. Essa doutrina econômica contribuiu para a expansão colonial, o desenvolvimento da indústria e o fortalecimento dos Estados nacionais.

Crise e Declínio do Mercantilismo

No final do século XVIII, o mercantilismo entrou em crise devido a diversos fatores, como a Revolução Industrial, as guerras napoleônicas e as críticas dos economistas clássicos. Esses eventos levaram ao declínio do mercantilismo e ao surgimento de novas teorias econômicas, como o liberalismo econômico e o capitalismo.

Relevância do Mercantilismo nos Dias Atuais

Apesar de ter sido superado por novas teorias econômicas, o mercantilismo ainda é estudado e debatido nos dias atuais, principalmente por sua influência no desenvolvimento do capitalismo e do sistema econômico global. Muitos dos princípios e ideias mercantilistas ainda são relevantes para a compreensão da economia contemporânea e das relações comerciais internacionais.

Conclusão

Compartilhe:

Mais posts...

A Revolução do Pensamento Moderno: Uma Análise do ‘Discurso sobre o Método’ de René Descartes

Tempo de leitura 9 minutos Aprofundando nas camadas do pensamento cartesiano, este artigo explora o impacto duradouro do ‘Discurso sobre o Método’ de René Descartes. Desde suas provocações sobre a existência de Deus até sua influência na ciência moderna, mergulhamos nas raízes da epistemologia e da racionalidade. Descubra como Descartes redefiniu a busca pela verdade, inspirando gerações de filósofos e cientistas ao longo dos séculos.

Pitagoras

O Legado de Pitágoras: Filosofia, Matemática e Misticismo

Tempo de leitura 10 minutos Explore o legado fascinante de Pitágoras, o lendário filósofo e matemático da Grécia Antiga, cujas contribuições transcendem os séculos. Descubra suas profundas reflexões filosóficas, suas notáveis descobertas matemáticas e seu impacto duradouro no mundo da espiritualidade. Uma jornada pela vida e obra de Pitágoras, convidando-o a mergulhar nas profundezas do conhecimento humano e a contemplar os mistérios do universo.

1984 george orwell

Explorando o Mundo Distópico de “1984” de George Orwell

Tempo de leitura 7 minutos George Orwell, um mestre da ficção distópica, imortalizou-se com sua obra-prima “1984”. Publicado em 1949, este romance visionário continua a ecoar através das décadas, cativando leitores com sua análise sombria e perspicaz da sociedade totalitária.

livro-o-monge-e-o-executivo

Resenha do Livro “O Monge e o Executivo” de James C. Hunter

Tempo de leitura 8 minutos Descubra as profundas lições de liderança e ética contidas em ‘O Monge e o Executivo’ de James C. Hunter. Explore a jornada de autoconhecimento e transformação enquanto mergulha nas páginas deste livro inspirador, desafiando-se a aplicar seus ensinamentos para se tornar um líder mais autêntico e compassivo.